Influência da Tecnologia nas Crianças

41-B

O mundo não para, e muito menos a Tecnologia. Décadas atrás raramente víamos uma criança dentro de casa sozinha brincando com algo tecnológico, porque, preferiam estar ao ar livre gastando sua energia com seus amigos (a)s em brincadeiras que tiravam do sedentarismo e do isolamento.

Brincadeiras como futebol, brincar de pegar, brincar de carrinho (meninos) ou boneca (meninas), correr de bicicleta e outras brincadeiras que elas criavam, afinal, criatividade para elas é o que não falta, e claro, não tínhamos tanta tecnologia ao nosso alcance de forma fácil e barata como hoje.

Nos dias atuais é bem diferente de 20, 10 anos atrás, e nem se compara com o tempo de nossos avós. É nítido que as crianças passam boa parte do tempo jogando em seus Computadores, Smartphones e Tablets, e com isso, deixam de fazer coisas simples como brincar na praia com os familiares, correr no parque, e outras que envolviam grupos de crianças como o velho e bom Jogo Imobiliário. Hoje se isolam em seus quartos e só tem amigos virtuais e são prisioneiros das telas.

Para os pais, é difícil não permitir que tanta tecnologia não deixe os influenciar. Profissionais de diversas áreas e os Fonoaudiólogos buscam fazer uma mixagem entre os dois mundos, o dos brinquedos atuais cheios de tecnologia, e o mundo dos brinquedos que chamados de tradicionais, como as trilhas, os joguinhos de memória, os quebra-cabeças, dentre diversos outros que fazem com que a criança se divirta em seu tratamento e que ao sair do consultório, volte e brinque com os colegas reais, e não virtuais.

Portanto, é importante que os Pais, Familiares e Fonoaudiólogos, fiquem atentos aos dois mundos e possam entreter a criançada de forma que elas possam usufruir dos dois mundos, o tecnológico, afinal, tem muitos jogos educativos para as tecnologias atuais que merecem o seu uso, e ensinam muito, e o mundo que chamados de mundo antigo, com as velhas brincadeiras com materiais simples como a massinha de modelar, jogos de tabuleiros e muitos outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *